Hamilton Elias Barbosa

O reino milenar de Jesus Cristo

E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. Esta prisão de satanás podemos comparar de forma bem vulgar com a do Fernandinho que mesmo detido ainda influencia. E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo. O texto não segue uma ordem de acontecimentos, o que podemos dizer como cronológica. E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. No início do texto podemos perceber que o profeta está falando do império romano, pois todos que não adoravam o imperador eram mortos e eram perseguidos por anunciar Jesus como o rei e o seu reino celeste. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram, não reviveram, pois, este período é o que ainda estamos vivendo. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos. Apocalipse 20:1-6

Este texto de apocalipse 20:1-6, é clássico para se entender a respeito da prisão de satanás sua influência no mundo, seu sistema de governo que marca aqueles que não estão em Cristo Jesus, e como o senhor tem reinado com seus santos e a igreja e os riscos de ser seduzida pelo desejo de poder terreno aquele mesmo que em Mateus capitulo quatro onde satanás ofereceu a Jesus no deserto.

Muito tem se tratado o respeito do reino de Jesus no fim dos tempos, quando Senhor apareceu em Mateus 4: 16-17: “O povo, que estava assentado em trevas, Viu uma grande luz; aos que estavam assentados na região e sombra da morte, A luz raiou. Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus”. Podemos ler neste texto que Jesus estava anunciando o reino do céus, e entender com isso que do reino dos homens estava chegando ao fim, muitos podem até dizer que depois de Jesus muitos reino se levantaram na terra, mas não de acordo que aponta o livro de Daniel capitulo 2: 28-35 onde o texto mostra uma profecia sobre a qual aponta para o fim do reino dos homens na terra, quando lemos está profecia ela nos leva para os impérios e governos do homens que sozinhos governaram o mundo da época, eram impérios que dominavam sobre tudo e todos, o mundo daqueles tempos. “..., Mas, se eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus, logo é chegado a vós o reino de Deus”. Mateus 12:28, temos inúmeros textos no novo testamento onde o próprio Jesus afirma que era chegado o tempo do reino de Deus na terra entre os homens, destes aqueles tempos não se levantou mais um reino de um só homem na terra, apesar de tentarem, como império dos merovíngios foram uma dinastia franca saliana que governou os francos numa região correspondente, grosso modo, à antiga Gália da metade do século V à metade do século VIII. Seus governantes se envolveram com frequência em guerras civis entre os ramos da família. Temos

o império Bizantino que estava na Anatólia ou Ásia Menor, Império Árabe, temos na idade contemporânea os impérios capitalistas, que culminaram em duas guerras mundiais, impérios que não conseguem se estabelecer na ordem mundial, e agora nos dias atuais temos um esforço dos poderes terremos constituídos que são o religiosos e o político econômico visando um interesse comum, onde através de uma nova ordem mundial todos serão beneficiados, e dará início a um governos único com um só soberano.

E meu Servo Davi será rei sobre eles, e todos eles terão um só pastor; e andarão nos meus juízos e guardarão os meus estatutos, e os observarão. E habitarão na terra que dei a meu Servo Jacó, em que habitaram vossos pais; e habitarão nela, eles e seus filhos, e os filhos de seus filhos, para sempre, e Davi, meu servo, será seu príncipe eternamente. E farei com eles uma aliança de paz; e será uma aliança perpétua. E os estabelecerei, e os multiplicarei, e porei o meu santuário no meio deles para sempre. E o meu tabernáculo estará com eles, e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. E os gentios saberão que eu sou o Senhor que santifico a Israel, quando estiver o meu santuário no meio deles para sempre. Ezequiel 37: 24-28, podemos perceber na leitura deste texto que Deus estabelece um período de paz com os homens por conta do seu ungido, o que podemos entender que o reino de Deus está estabelecido na terra através da igreja.

Através destas leituras podemos observar que Jesus está reinando e em seu reino milenar que não é literal, pois Deus tem chamado os pecadores a ele através de sua igreja na terra, a terem paz com ele, não como no passado que os homens governam e travavam guerras com ele através de seus ataques a Israel que falhou em sua representação de Deus na terra. Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre, da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação. Então o rei Nabucodonosor caiu sobre a sua face, e adorou a Daniel, e ordenou que lhe oferecessem uma oblação e perfumes suaves. Respondeu o rei a Daniel, e disse: Certamente o vosso Deus é Deus dos deuses, e o Senhor dos reis e revelador de mistérios, pois pudeste revelar este mistério. Daniel 2:44-47

Jesus tem reinado no mundo dos homens buscando paz através das boas novas de paz, desde que em Atos 1:9-11, Ele se tornou assunto aos céus. E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco. Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir..., Mas como satanás é assusto ele se levantara contra o reino do Senhor, tentando se passar por ele, sendo um usurpador, apresentando-se como se fosse o próprio messias, e enganara a muito por sete semanas. Como está escrito em Mateus 24:4,5. “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos

engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos”.

Portanto vos afirmo que Jesus está reinando desde os dias que foi elevado aos céus, como está escrito em apocalipse: Apocalipse 1:4-8, João, às sete igrejas que estão na Ásia: Graça e paz seja convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono; E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre. Amém. Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso. Ele anuncia a João o discípulo amado. Porque acham que podemos repreender o diabo, pregar a respeito do reino que governa invisível mais a de se revelar ou seja se tornar visível a todos os que nele creem, desde que o império romano ruiu, nunca mais houve um governo de um só reino neste mundo. Jesus está reinando sobre nós e a igreja deve ficar atenta para não se render aos manjares de satanás, como tentou este fazer com o próprio Jesus em Mateus 4:1-11: Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra. Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus. Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás. Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam. As profecias do apocalipse podem-se entender como um instrumento pedagógico para os cristãos (a igreja) pois é através destas profecias que a igreja do senhor Jesus se manterá firme e não se deixando enganar por um mundo totalmente influenciado por satanás, como disse o próprio Cristo, “o mundo Jaz no maligno”.

                                                                                     Pastor, Hamilton Elias Barbosa